O Salvador foi um bebé muito desejado e planeado. Após uma gravidez maravilhosa, cá estava o nosso pequeno, lindo e perfeito. Já no hospital percebi que o meu pequeno era um bebé de muito sustento: passava 30 minutos em cada mama, e 2h depois lá estava ele a pedir para mamar novamente, qual relógio suíço. O colostro não lhe chegava, e fez-me pequenas fissuras no mamilo de tanto mamar, apesar de ter uma boa pega. Este pequeno contratempo foi facilmente resolvido com a lanolina após todas as mamadas.

Após a subida do leite, as mamadas diminuíram de duração, mas não de frequência! A cada 2h lá estava o meu pequeno mamão cheio de fome, e não se contentava com uma maminha, tinha que ser sempre as duas!

Com isto, a privação do sono tem sido o obstáculo mais difícil de ultrapassar, uma vez que há 6 meses que não sei o que é dormir mais de 1h30 seguidas.

No entanto, em todos os outros aspetos, tenho o melhor bebé do mundo!
É um bebé calmo, que nunca teve cólicas. É alegre e bem-disposto, e desde que aprendeu a sorrir que o faz com frequência, seja para quem for. Até quando está doente!
Desde o dia em que fez um mês que optamos pelo co-sleeping, pois ele tem picos de crescimento muito vincados, em que as mamadas passam a ser de hora em hora.

Esta experiência mostrou-nos que não vale a pena fazer planos, pois eu era daquelas que dizia "na minha cama NUNCA!". Mas saiu-me o tiro pela culatra, e tive que me adaptar para que todos pudéssemos descansar o máximo. E estamos os três bem com essa decisão.
Ser mãe e pai é a tarefa mais desafiante da vida do ser humano, mas também mais gratificante. O mais importante é estarmos conscientes de que não há mães/pais perfeitos, mas que somos o mais perfeito que conseguimos para os nossos bebés, pois tudo o que fazemos está recheado do maior amor do mundo.

Pomada para a muda da fralda. Proteção e regeneração da pele do rabinho do bebé. Dermocosmético. L.PT.MKT.DC.06.2019.0144