O primeiro dia da Jenny

Jenny – um filho

jenny

Como se sentiu no primeiro dia?

Depois do parto sentia-me invencível. Mal conseguia acreditar no que tinha acabado de fazer. Achava que o meu corpo era incrível e que eu era fantástica. Sentia um amor enorme pelo meu bebé mas não estava à espera de me sentir tão poderosa. Depois, mais tarde quando fiquei sozinha com ele pela primeira vez, comecei a sentir-me assoberbada e com algum medo.

jenny

Que conselho daria a si própria agora?

Todas as fases que são tão difíceis e nos fazem perder a cabeça, passam com uma rapidez surpreendente. Tenta não te preocupares demasiado com elas. Podes achar que nunca vais conseguir que ele adormeça, beba o biberão ou deixe de gritar na hora do banho, mas quase sem dares por isso, essa fase vai passar e outra coisa vai surgir para te manter bem ocupada.

Já agora: escolhe apenas algumas batalhas para travar.

jenny

Qual foi o seu momento preferido no seu 10º mês?

Chegar a casa do hospital, que ainda na véspera era o lar de duas pessoas e aperceber-me que agora eramos três. E também saber que ele iria ficar comigo. Pode parecer ridículo mas levei algum tempo a assimilar que a minha vida ia ser assim. Lembro-me de algumas alturas, ao longo do 10º mês, em que me senti verdadeiramente surpreendida (e encantada) por ver que ele ainda aqui estava.

O que aprendeu sobre si própria?

Deixei de reconhecer aquela pessoa que estava sempre com pressa, a trabalhar o tempo inteiro e pendente do e-mail, a pessoa que eu era até há duas semanas atrás. E descobri que não sinto falta dela! O meu mundo ficou muito pequeno e com um ritmo muito lento durante o primeiro mês e não me importei nada com isso. Acho que é uma forma de lidar com a privação do sono e com o facto de termos de estar dia e noite disponíveis para alimentar o bebé. Sentia-me muito realizada mesmo se naquele dia a única coisa que tivesse conseguido fazer fosse ir à mercearia ao fundo da rua.

Qual foi a coisa mais útil que fizeram por si, naquele 10º mês?

Trazer um bolo!

Com dexpantenol. Para prevenção e tratamento do eritema da fralda e gretas do mamilo, pele seca, áspera ou gretada e cicatrização de lesões e irritações da pele. Contra-indicado no caso de sensibilidade a qualquer componente. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico. L.PT.MKT.DC.12.2016.0113