Quando os pais recentes caem exaustos na cama às nove da noite, a última coisa que pensam é em ir sair, com roupas limpas e sem manchas para irem jantar fora. Esse nível de diversão era seguramente permitido naquele tempo “Antes do Bebé,” mas não voltará até o bebé sair de casa para ir para a faculdade.

Claro que estou a exagerar, mas muitas pessoas acham que não é possível sair e deixar o bebé ou sentem-se culpados só por pensarem que isso é possível. Têm de ficar em casa, o que parece a opção mais fácil. É verdade que para sair é preciso alguma organização e preparação que pode parecer exigir um esforço demasiado grande, mas é muito importante conseguir ter algum tempo longe do bebé, para vos lembrar que vocês também são pessoas.

Uma parte importante de se ser uma boa mãe (e pai também) é valorizar-se a si próprio para poder dar o melhor ao seu bebé. Uma mãe que está completamente isolada e afastada do seu parceiro porque não passam nenhum tempo sozinhos, não será uma boa mãe. Se não valorizarem e arranjarem tempo para a vossa relação a dois, isso terá um efeito negativo a longo prazo.

Date night as new parents

É óbvio que você está muito sintonizada com o seu bebé, por isso, é compreensível que se sinta ansiosa por ele ficar com outra pessoa que não o conhece tão bem, ou que possa sentir-se mal por não estar presente se ele precisar de si. É por isso que é muito importante encontrar a babysitter adequada. Para uma primeira vez, a sua mãe ou outro membro próximo da família é a melhor opção. Antes de planear uma saída à noite, talvez seja boa ideia fazer um teste, saindo por um pequeno período durante o dia, para não ser um grande choque e também a vai ajudar a garantir que não se esquece de nada quando for sair à noite.

Prepare tudo antes de sair: tire leite ou deixe o biberão pronto com instruções muito claras, fraldas e truques que usa para acalmar o bebé se ele acordar, o seu número de telefone. Da primeira vez, é mais fácil se o bebé estiver a dormir quando sair. Seguramente vai sentir-se muito mal, como se tivesse deixado ficar alguma coisa – e deixou mesmo! – mas isso vai passar.

Tente resistir a ligar para casa para ver se está tudo bem. Pode calhar no momento exato em que o bebé acordou para comer e o som do seu choro vai instantaneamente fazer com que queira voltar a correr sentindo-se culpada. Se a pessoa que ficou com o seu bebé precisar mesmo de ajuda, ela vai ligar. Aproveite a oportunidade para saborear uma refeição sem ter que pensar em arrumar a cozinha depois. Use este momento para falarem um com o outro, sobre outras coisas que se passam nas vossas vidas. Os pais e mães recentes sentem-se como se estivessem isolados numa ilha, por isso, pode acontecer que fiquem espantados com o facto de estarem tão desligados de tudo o que acontece, mas partilhem as vossas esperanças, preocupações e receios.

E claro, falem sobre o vosso bebé, mas em vez de percorrerem exaustivamente tudo o que está a acontecer agora, coisa que ambos sabem melhor do que ninguém, façam planos para o futuro: que férias podem fazer, o que gostariam de ensinar ou partilhar com o vosso filho, que sítios gostariam de visitar com ele.

Quando estiver na altura de voltar para o seu pequenino, digam um ao outro como apreciaram este tempo a dois e tratem de planear a próxima saída antes que o turbilhão comece de novo.

Uma mãe recente falou sobre este tema:

Como é possível que passemos mais tempo juntos do que alguma vez tivemos, e ainda assim sinto tanta falta dele? Partilhamos o orgulho no nosso bebé, mas não temos tempo para a intimidade que tínhamos antes da chegada dele. Passámos por uma experiência enorme juntos, mas não tivemos tempo para a digerir juntos ou partilhar sentimentos. Tenho saudades das nossas manhãs de fim de semana a comer croissants e a ler os jornais. Como isso me parece exótico agora! Não faço ideia de quando o voltaremos a fazer.
Com dexpantenol. Para prevenção e tratamento do eritema da fralda e gretas do mamilo, pele seca, áspera ou gretada e cicatrização de lesões e irritações da pele. Contra-indicado no caso de sensibilidade a qualquer componente. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico. L.PT.MKT.DC.12.2016.0113