As estrias podem ser um choque enorme durante e após a gravidez, já que depois de um súbito aumento de peso elas parecem surgir do nada.

Também podem surgir se perder peso muito rapidamente após o parto.

À primeira vista parecem vermelhas muito vivas e provavelmente vai questionar-se se terá coragem de voltar a mostrar a sua barriga e usar biquíni.

Mas a boa notícia é que as estrias acabam eventualmente por desvanecer para um pálido tom prateado, pelo que não serão sempre tão evidentes, mas isso pode levar vários meses, por vezes anos até, e nunca vão desaparecer completamente.

Mas não está sozinha nesta questão, estima-se que entre 50 a 90% das mulheres grávidas desenvolvem algum grau de estrias – geralmente no sexto e sétimo mês de gravidez.

O que são as estrias?

O nome clínico para as estrias é striae gravidarum. Os estreitos sulcos aparecem mais frequentemente no abdómen, coxas e seios, mas também na zona lombar, nádegas e outras zonas do corpo. Inicialmente são de um tom vermelho/púrpura e desvanecem, com o tempo, para uma cor prateada.

O que provoca as estrias?

As estrias na gravidez são causadas pelo rápido estiramento da pele devido ao aumento de peso e às alterações hormonais que a afetam. É uma situação aborrecida mas a explicação é simples: as alterações hormonais afetam a formação de colagénio – as estruturas de pele necessárias para a manter a crescer de forma firme. Com menos teor de colagénio, a pele é esticada, e isto leva a um rompimento.

De certa forma, a elasticidade do seu colagénio também tem a ver com a sua genética.

É possível preveni-las?

Existem alguns fatores de risco, que conduzem ao aparecimento de estrias, que podemos tentar controlar. Um estudo científico envolvendo 324 mulheres constatou que uma baixa idade da mãe, elevado índice de massa corporal, aumentar mais de 15 kg durante a gravidez e um maior peso corporal neonatal, eram independentemente associados às estrias e que as mães adolescentes estavam em maior risco. Por isso pode fazer uma alimentação saudável para tentar evitar um grande aumento de peso.

As estrias e uma alimentação rica em açúcar

Também existem algumas constatações que sugerem que uma alimentação rica em açúcar reduz a elasticidade do colagénio fazendo com que ele quebre mais rapidamente, tornando o aparecimento de estrias mais provável. Assim, fazer uma alimentação rica em açúcar pode ser outra opção a evitar.

Pode tentar evitar o aparecimento de estrias com cremes?

Os dermatologistas dizem de forma anedótica, que as suas pacientes relatam progressos no aparecimento de estrias se aplicarem cremes hidratantes.

Os cremes contra o aparecimento de estrias contém ingredientes como a Centelha Asiática, Provitamina B5, glicerina bem como azeite puro e lípidos.

A Centelha Asiática é um extrato de uma planta tropical que se sabe estimular a produção de fibras e colagénio, resultando no fortalecimento da pele. Abordamos assim a principal causa para o aparecimento de estrias: uma carência na pele, que não consegue produzir colagénio e fibras tais como a elastina para manter a sua textura firme e flexível. Está provado que os outros ingredientes principais, a Provitamina B5 e a Glicerina enriquecem e hidratam a pele para a tornar macia, flexível e elástica. O azeite e os lípidos contribuem para o fortalecimento da barreira natural da pele que a protege das agressões externas.

Outros tratamentos

Tratamentos a considerar após ter dado à luz:

  • Aplicar um dermaroller: trata-se de um tratamento mecânico cujos resultados são mais eficazes quando feito num ambiente esterilizado, como uma clínica dermatológica. Implica utilizar um aparelho chamado dermaroller, que produz milhares de agulhas micro-médicas da coluna na pele. O procedimento alega ajudar a pele a regenerar e a repará-la.
  • Tratamentos laser fracionados: um estudo feito com 200 pacientes, publicado em 2010, revelou que este tratamento laser fracionado pode melhorar o aspeto das estrias entre 51 e 75%. O tratamento laser funciona criando uma coluna de calor dentro do tecido estimulando o crescimento de pele nova e saudável.

A história de uma mãe:

Eu apliquei creme hidratante nas minhas nádegas, coxas e seios durante toda a gravidez e até inclusive depois do parto e mesmo fazendo isso fiquei com algumas estrias, mas estou convencida que hidratar ajudou a melhorar o seu aspeto – parecem ter desvanecido bastante depressa após eu ter dado à luz, por isso acho que não foi um esforço em vão.

Mãe de um bebé com 6 meses.

UNCAUGHT EXCEPTION

  • #1

    • Type: Exception
    • Message: An error occured.