Apesar da maioria dos bebés nascerem por volta das 38 semanas, o tempo previsto para o parto só se esgota às 42 semanas. Quando isto acontece, na realidade o bebé, que continua a crescer, nasce, literalmente, com mais um mês do que um bebé com uma gestação de 38 semanas. Apesar de não ser muito comum pensarmos nesta perspetiva, a gravidez pode, de facto, chegar aos 10 meses. Neste caso, o bebé nasce com o tamanho que corresponde ao que teria com 1 mês de idade e é natural que note outras diferenças, na pele, por exemplo. Se notar alguma secura na pele das mãos, não fique preocupada. Esta é uma situação habitual que acontece devido ao tempo extra passado no útero. À parte disto, de um modo geral, as crianças costumam ter uma recuperação e um crescimento completamente normal.

A mãe

Apesar de haver uma recuperação normal por parte do bebé, a mãe tem, naturalmente, um desconforto extra causado pelo tamanho do bebé e pelo maior desgaste tanto da gravidez como do parto.

Existem várias situações - como a falta de oxigénio no útero ou as primeiras fezes do bebé antes do parto - que podem ser alarmantes, levando a uma cesariana ou a um parto instrumental, mas isto apenas significa uma recuperação mais prolongada para a mãe.

O que esperar?

Durante o período de quarentena é natural sentir algumas alterações hormonais, emocionais e, principalmente, físicas. O desconforto é uma situação muito comum nestas alturas devido ao movimento que os músculos da parede do seu abdómen fazem para se adaptarem a esta nova etapa. É válido para todas as recém-mamãs, um pouco mais incomodo para quem teve um bebé maior. Aproveite a longa fase de recuperação para descansar e tenha paciência com o inchaço que possa aparecer.

As dores nas costas, que certamente já eram uma constante no final de uma gravidez prolongada, também podem manter-se durante mais uns tempos, afinal, vai ter em braços um bebé de um mês sem que tenha tido uma adaptação gradual ao peso.

O seu bebé nasceu depois do tempo?

Alguns conselhos

  • Para facilitar estes momentos um pouco mais difíceis e evitar que a pele fique flácida após a recuperação, aqui deixamos algumas dicas:
  • Tenha uma alimentação variada, com diversos nutrientes e muita água. Isto vai ajudar à recuperação, especialmente, ao melhorar a função intestinal e a produção de leite.
  • Não pegar em pesos ou praticar atividade física nos primeiros 45 dias (se o seu parto tiver sido através de uma cesariana este tempo é prolongado por 3 meses).
  • Não conduzir no primeiro mês, porque esta atividade pode dificultar a cicatrização.
  • Manter uma boa higiene pessoal, lavando e secando bem as áreas da vagina ou barriga, conforme o seu caso específico de parto.

Concluindo…

O facto de estes primeiros dias serem mais difíceis para mulheres que deram à luz às 42 semanas, é apenas mais um motivo para relaxar e receber todo o apoio que conseguir da sua família e amigos. Mantenha-se calma e, com o tempo, tudo será mais fácil.

Com dexpantenol. Para prevenção e tratamento do eritema da fralda e gretas do mamilo, pele seca, áspera ou gretada e cicatrização de lesões e irritações da pele. Contra-indicado no caso de sensibilidade a qualquer componente. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico. L.PT.MKT.DC.12.2016.0113