Amamentar é o melhor que pode fazer pelo seu bebé, mas para ser verdadeiramente honesta, isso não acontece sem alguns contratempos pelo caminho, e um deles é ter os mamilos doridos e gretados.

Dealing with cracked nipples

Se chegou a este obstáculo, não entre em pânico. É só uma fase e  de certeza que vai conseguir ultrapassá-la. Apenas uma em cada três mães tem este problema e pode ser facilmente resolvido. Não sofra em silêncio, fale com o seu médico ou enfermeira.

Qual é o problema?

Os seus mamilos estão doridos, por vezes gretam e chegam a sangrar. Pode doer enquanto está a dar de mamar e até nos intervalos se tiver uma infecção. Não foi isso que desejou quando quis amamentar o seu filho.

O que provoca os mamilos gretados?

Podem existir inúmeras causas

  • Técnica de amamentação: Esta é a causa mais comum. Temos de admitir que nenhuma de nós sabe se está a fazer tudo bem quando começa a amamentar. Estamos a improvisar com um olho no livro dos cuidados do bebé. Embora não exista uma posição definida que funcione para toda a gente, é importante que o seu bebé não morda o mamilo.

Dealing with cracked nipples

O que fazer?

  • Coloque bem o bebé na mama: O passo mais importante é que quando amamenta tem mesmo de levantar a mama para cima e empurrar o mamilo e o máximo possível da auréola por baixo do mamilo (a zona rosada ou castanha à volta do mamilo) para dentro da boca do bebé. Talvez precise de ajuda no caso de ter feito uma cesariana.
  • Continue a amamentar se conseguir: Os estudos mostram que parar de amamentar ou de tirar o leite durante alguns dias faz com que seja mais provável que deixe de conseguir amamentar a longo prazo.
  • Use um produto adequado: Como por exemplo, Bepanthene Pomada para ajudar a aliviar o mal-estar e acelerar a cicatrização. Um estudo mostra que aplicar um saquinho de chá morno (mas não quente) ou água morna nos mamilos reduz o incómodo dos mamilos doridos.

Quem pode ajudar?

Peça à sua parteira para a ensinar a posicionar o bebé. Também pode falar com um terapeuta de amamentação ou linha de apoio.

Dealing with cracked nipples

 A dica de uma mãe:

  • Candidíase na mama: Se a dor nos mamilos piora depois da amamentação e dura até uma hora depois da mesma, é possível que tenha uma infecção fúngica, a candidíase. Trata-se de um fungo que surge naturalmente em algumas zonas da pele. Um em cada 20 recém-nascidos desenvolve candidíase oral e pode contagiá-la a si através da amamentação. O seu mamilo pode perder a cor, parecer ligeiramente inchado e com uma aparência brilhante, ter gretas ou até ter uma aparência normal.
Fiquei com os mamilos gretados passados quatro dias e era muito doloroso. Disse à minha enfermeira e ela mostrou-me como colocar a Lili devidamente na mama e continuei a amamentar. O que realmente me ajudou foi espremer algum leite por cima da auréola depois da amamentação. O nosso leite contém muitos anticorpos e isso ajudou a sarar.

Ana, mãe da Lili, quatro meses

 

O que fazer/ Quem pode ajudar

Vá ao seu médico ou enfermeira para confirmar o diagnóstico. Podem receitar-lhe um creme antifúngico para aplicar nos dois mamilos e na boca do seu bebé (depois da amamentação). Continue a amamentar, lave as mãos depois de mudar a fralda e esterilize as chuchas.

Infecções bacterianas

Em alguns casos, as dores no mamilo são causadas pela bactéria Staphylococcus Aureus que vive na pele inofensivamente antes de entrar por uma greta do mamilo e provocar a inflamação.  Entre os sintomas incluem-se dores nas mamas, comichão e ardor, febre, sintomas parecidos com os de uma gripe e corrimento dos mamilos.

O que fazer/ Quem pode ajudar

Aconselhe-se junto da sua enfermeira ou médico sobre qual o melhor tratamento. Algumas opções são cremes antibióticos ou até comprimidos em casos mais graves. Um estudo mostra que 79% das mulheres com mamilos gretados que desenvolveram a infeção por Staphylococcus Aureus, melhoraram com a toma de antibióticos orais e apenas 5% desenvolveram mastites (inflamação do tecido mamário causada pela acumulação de leite). É de notar que apenas 9% melhoraram sem tomar antibióticos e que 30% desenvolveram mastites.

Outros conselhos: Evite vestir-se antes dos seus mamilos estarem secos. Evite sabonetes agressivos e mude de compressas a seguir a cada amamentação.

Outros problemas causados pela amamentação

Cerca de uma em cada dez mulheres que amamentam desenvolvem mastite, o termo médico para a dor e inflamação na mama. Os sintomas podem incluir sensação de ardor e pele da mama dorida, uma mancha encarnada que é dolorosa ao toque, febre e mal estar idêntico ao da gripe.

  • Causas: É causado pelo bloqueio dos canais lácteos porque o bebé não esvazia o leite da sua mama ou porque se falhou uma alimentação.
  • O que fazer: Para desimpedir os canais aplique compressas mornas para incentivar o fluxo do leite no início da amamentação. Para aliviar a inflamação deixe o seu bebé alimentar-se da mama dorida primeiro, massaje para tentar dissolver os nódulos que existam e para fazer correr o leite e retire o leite que sobrar depois da alimentação do bebé.
  • Quem pode ajudar: Vá ao médico se os sintomas não melhorarem ao fim de 12 a 24 horas, pois pode precisar de tomar antibióticos. 
Com dexpantenol. Para prevenção e tratamento do eritema da fralda e gretas do mamilo, pele seca, áspera ou gretada e cicatrização de lesões e irritações da pele. Contra-indicado no caso de sensibilidade a qualquer componente. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico. L.PT.MKT.DC.12.2016.0113