Durante a gravidez é bem possível que lhe tenham feito muitos elogios acerca de como o seu cabelo estava espesso e brilhante. Essas alterações devem-se aos elevados níveis das hormonas da gravidez onde se inclui o estrogénio.

Um dos efeitos dessas alterações hormonais é que o ciclo de queda de cabelo abranda, por isso, perde menos cabelo diariamente e este parece mais espesso.

Hair loss

Porque é que o meu cabelo está a cair?

Infelizmente, os níveis dessas hormonas caem a pique depois do parto e pode começar a notar alguma queda de cabelo quando o lava ou escova, normalmente alguns meses depois de dar à luz.

O termo médico para esta situação é eflúvio telógeno, uma queda de cabelo temporária causada pela reação do corpo a grandes alterações hormonais. O resultado é que o cabelo começa a ficar mais fino e a cair. Também pode acontecer depois de um período de grande stress, uma cirurgia, uma doença de longo prazo, uma dieta radical e até como reação a alguns tipos de medicação.

Cerca de 50% das mulheres notam uma maior queda de cabelo do que é habitual nos primeiros meses depois de dar à luz – não entre em pânico, é uma situação temporária e é sinal de que o seu corpo se está a reajustar ao ciclo normal de queda de cabelo, cerca de 100 a 125 cabelos por dia. Por outras palavras, é normal e não é um sinal de que esteja doente, não há motivos de preocupação.

Quando é que o meu cabelo volta ao normal?

É variável, mas o seu cabelo deve voltar ao normal passados alguns meses, entre os três e os seis meses é considerado normal. É preciso ser paciente.

As mulheres que amamentam até ao desmame podem reparar que a queda de cabelo acontece mais tarde do que as mulheres que não o fazem, mas os peritos dizem que o cabelo deve voltar ao normal bastante antes do primeiro aniversário da criança.

Se o seu cabelo mudou de textura durante a gravidez, tornando-se mais encaracolado ou mais liso, essas alterações podem ser permanentes.

No entanto, se a queda de cabelo continuar ou se for muito pronunciada, deve procurar ajuda médica.

O que posso fazer?

Este tipo de queda de cabelo é praticamente inevitável mas pode abrandá-la ou torná-la menos visível ao tratar do seu cabelo com mais suavidade.

Experimente lavar a cabeça com champô menos vezes (a não ser que precise) e deixe-o secar naturalmente, evitando secadores de cabelo muito potentes e ferros de enrolar ou de alisar, até o seu cabelo voltar ao normal.

Evite fazer dietas radicais uma vez que elas também podem provocar a queda do cabelo. Tenha uma alimentação cuidada e certifique-se que ingere uma grande variedade de nutrientes.

Conselhos para o cuidado do cabelo

Se se sente incomodada com a perda de cabelo e quer melhorar o seu aspeto, talvez até para uma ocasião especial, experimente alguns destes conselhos:

  • Dê-lhe um corte: Faça uma mudança e peça ao seu cabeleireiro para cortar o cabelo escadeado, acrescentando volume.

  • Dê-lhe cor: Experimente pintar o cabelo com diferentes tons da mesma cor para criar a ilusão de que tem o cabelo mais espesso. Vá ao cabeleireiro e escolha fazer madeixas ou nuances claras com duas cores. 

  • Use champô e amaciador específicos para dar volume: Escolha especificamente as fórmulas que dão volume e densidade para um estímulo temporário.

  • Seque o cabelo com a toalha e de cabeça para baixo: Depois espalhe pelo cabelo espuma modeladora para ganhar algum volume

Suplementos para um cabelo saudável

  •  Suplementos pós-parto: Experimente um suplemento especialmente formulado para mulheres no período de pós-parto ou amamentação, para ter um estímulo.

  • Ferro: A perda de cabelo pode ser um sintoma da deficiência de ferro, a anemia. O crescimento do cabelo pode ser afectado porque o ferro permite que a hemoglobina, pigmento dos glóbulos vermelhos, transporte oxigénio a todo o corpo, e este é necessário para o crescimento do cabelo. Verifique com o seu médico se tem falta de ferro. Se as análises o confirmarem pode precisar de tomar um suplemento. Alguns alimentos ricos em ferro são a carne de vaca e a carne vermelha, mexilhões, sardinhas, flocos de farelo e feijões cozidos.

  •  Zinco: Este mineral é necessário para o crescimento do cabelo. Alguns ingredientes ricos em zinco são o marisco, as sementes de girassol e o bife. O zinco pode também ser encontrado em alguns suplementos.

A história de uma mãe:

Fiquei horrorizada quando o meu cabelo começou a cair quando o meu bebé tinha quatro meses. Chegava a entupir o ralo do duche quando o lavava. Deixei de usar as pinças de enrolar, passei a deixar o cabelo secar naturalmente e pedi ao meu cabeleireiro para me escadear o cabelo para lhe dar mais volume. Demorou uns cinco meses até o cabelo voltar ao normal.

Mãe de um bebé de 9 meses

Com dexpantenol. Para prevenção e tratamento do eritema da fralda e gretas do mamilo, pele seca, áspera ou gretada e cicatrização de lesões e irritações da pele. Contra-indicado no caso de sensibilidade a qualquer componente. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico. L.PT.MKT.DC.12.2016.0113