Ah, os sogros. Eles estão sempre repletos de conselhos que querem transmitir, frequentemente deixando-a a morder a própria língua.

Antes que a arranque, leia os nossos conselhos para lidar com as 5 situações habitualmente mais complicadas com os sogros.

1.“Eu fiz assim e os meus saíram-se bem!”

O desmame, o treino do bacio, as sestas – eles querem que faça tudo à moda antiga.

Conselho:

Sabe que pôr aguardente no leite do seu bebé é uma péssima ideia, mas discutir não vai mudar a opinião deles. Delicadamente, explique porque é que está a tentar uma nova abordagem (como manter o seu bebé sóbrio), e agradeça o conselho.

2. A felicidade dos familiares/cunhados ao ver os filhos a destruir a sua casa

O que é que é mais difícil que manter a casa arrumada com um recém-nascido? Isso mesmo - uma criança a destruir tudo.

Conselho: Diga às crianças: “Que confusão! Espero que me ajudes a arrumar isto.” A maior parte dos familiares vão entender a dica, mas se não for suficiente, combine a próxima visita em casa deles. (resista a todos os impulsos de desenhar na paredes e deitar a baixo candeeiros.)

3. Visitas inesperadas

Finalmente, um dia sem visitas. Mas quem será que está a tocar à porta? O seu sogro, claro! E ele trouxe uma tia que você não conhece.

Conselho: Visitas inesperadas são aborrecidas mas é fácil deixá-las entrar. Diga que estava de saída ou que tem um compromisso daqui a 30 minutos. Se eles continuarem a aparecer, peça ao seu parceiro para lhes dar uma palavrinha. Ou então não volte a abrir a porta…

4. Agindo como se o seu bebé os preferisse a eles.

Um clássico da sogra. Quando o seu bebé está a chorar e os seus truques para o acalmar a deixam ficar mal, ela precipita-se com um “Deixa-me tentar”. Se o bebé parar de chorar, ela aplica o golpe final, “Vês, ele só precisava da avozinha!”.

Conselho: Tente elogiar a sua sogra. É bom que o seu bebé esteja confortável com ela. Por outro lado, é uma óptima oportunidade para aproveitar e fazer um chá (em vez de gestos feios nas costas dela).

5. Comprar coisas que você não quer, não gosta ou não precisa

Há sempre aquele familiar que arranja as chamadas prendas do caixote “Pechinchas para levar para o lixo”. Quer seja um brinquedo perigoso muito parecido com um agrafador ou acessórios horrendos, não vai de todo conseguir usá-los. Mas também não quer parecer ingrata.

Conselho: Fotografe o seu filho com o presente (exceto o agrafador perigoso), envie a fotografia, e leve-o imediatamente para uma loja de caridade. Ou se necessário, queime-o.

Por isso já sabe - quando os seus sogros estiverem realmente a testar a sua paciência, lembre-se que eles não o estão a fazer intencionalmente. Eles também têm razão em certas coisas e fizeram do seu companheiro o pai que ele é hoje!

Em alternativa, sonhe em mudar-se para um lugar muito, muito distante. E depois para um lugar ainda mais longe.

Com dexpantenol. Para prevenção e tratamento do eritema da fralda e gretas do mamilo, pele seca, áspera ou gretada e cicatrização de lesões e irritações da pele. Contra-indicado no caso de sensibilidade a qualquer componente. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico. L.PT.MKT.DC.12.2016.0113