Não é fácil ser uma mãe recente. Explosão de hormonas + coisas que não consegue controlar = mãe irritada.

Mas não está sozinha!

Aqui está uma lista das coisas que nos irritam a nós, mães recentes.

1.     Coisas que acordam o seu bebé

Depois de uma eternidade a tentar adormecer o seu bebé, “TRUZ, TRUZ, TRUZ”, o carteiro chega. O seu pequenino grita até não conseguir mais e afinal a encomenda é para o seu vizinho.

Nível de stress: Quente como lava. A explodir. Para todo o lado.

2.     Quando o seu bebé fica uns segundos sem fralda

Não importa quão rápida consegue ser - quando ar fresco toca no rabinho do seu bebé ele decide que está na hora. Isto vai sempre acontecer (a menos que você seja um ninja).

Nível de stress: O seu bebé faz uma gracinha e a carpete manchada torna-se uma memória distante.

3.     Nas compras

Lembra-se quando ir às compras era divertido? Agora passa o tempo todo a repetir “com licença, posso passar?”

Não há elevador? Temos pena, vai ficar presa no piso 1. Para sempre.

Nível de stress: A deitar os bofes pela boca (sobretudo devido à exaustão por manobrar o carrinho do bebé)

4.    Maminhas a gotejar

Acabou de tomar banho e de se arranjar. Uma saída com as amigas, vamos lá! Mas o seu leite tem outros planos – ele quer ir consigo.

Nível de stress: Centenas de pessoas viram as suas partes mais íntimas durante a gravidez e parto. Isto não é nada!

5.     Uma oportunidade para comer… mas não há comida

O seu bebé está a dormir a sesta, já está cheia de fome há dias. COMIDA! Vai abrir o frigorifico e – nada. O sabonete das mãos tem um cheiro frutado, será comestível…? (Não).

Nível de stess: Lágrimas escorrendo pelo seu rosto. Mas não se preocupe. Pelo menos pode comê-las.

Com dexpantenol. Para prevenção e tratamento do eritema da fralda e gretas do mamilo, pele seca, áspera ou gretada e cicatrização de lesões e irritações da pele. Contra-indicado no caso de sensibilidade a qualquer componente. Medicamento não sujeito a receita médica. Leia cuidadosamente o folheto informativo. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, consulte o médico ou farmacêutico. L.PT.MKT.DC.12.2016.0113